02.12.2021

As obras de Pedro Vaz e João Pedro Filipe são a mais recente exposição da Abreu Advogados

A Abreu Advogados apresenta um conjunto de obras dos artista Pedro Vaz e João Pedro Filipe, em parceria com o Carpe Diem Arte e Pesquisa. As obras vão estar em exibição entre os dias 29 de novembro e 29 de Fevereiro na sede da Abreu Advogados, em Lisboa.

Na oitava exposição da Sociedade de Advogados, o artista plástico Pedro Vaz apresenta um conjunto de obras que foram realizadas especificamente para o edifício sede da Abreu Advogados. O artista que tem vindo a desenvolver ao longo dos anos um corpo de trabalho apresenta um conjunto de imagens diretamente ligadas à natureza e reflete uma leitura contemporânea do mundo. Os seus projetos ponderam os tempos em que vivemos e encontram-se estreitamente relacionados com as interações entre o homem e o meio ambiente, contendo, para além do poético e visual, preocupações sociais, políticas e económicas.

Para o diretor artístico do Carpe Diem, Lourenço Egreja, “o trabalho de Vaz assume uma militância feroz no sentido do ativismo e de alerta para as gerações do futuro. O nosso planeta não é infindável e o papel dos artistas contemporâneos é fundamental para a consciencialização do sentido da arte e da forma como tratamos os lugares que nos inspiram: com desdém e com ambições materialistas desenfreadas ou com respeito e dignidade”.

De forma complementar e como ja vem sendo habitual, a Abreu Advogados recebe também em simultâneo as obras do vencedor do Prémio Abreu Advogados, inserido no Prémio Arte Jovem Fundação Millennium BCP 2021. O grande vecedor deste ano é João Pedro Filipe que apresenta o seu projecto Atentai Os Lírios. “Uma obra que retoma uma parábola em que Jesus fala aos seus discípulos sobre a importância de nos centrarmos no essencial. Este projecto nasce em Moçambique, numa viagem de 10 dias realizada pelo artista, em que se percorrem quase 2.000 quilómetros”, refere o diretor do Carpe Diem.

Para Manuel Andrade Neves, Sócio e coordenador do Projeto Cultural da Abreu Advogados, “é um orgulho e uma honra para nós, receber exposições de artistas tão diferentes como Pedro Vaz e João Pedro Filipe. Temos que sublinhar que esta é uma exposição que reflete, de certa forma, a nossa sociedade, com Pedro Vaz e a sua exposição dedicada especificamente à nossa sede, e João Pedro Filipe, um artista de nova geração, galardoado com o Prémio Abreu Advogados. Esperamos ainda que, ao receber a primeira exposição de João Pedro Filipe, depois de ter recebido o prémio Abreu Advogados, possamos estar a ajudar o percurso deste artista que apenas recentemente começou a demonstrar o seu talento.”

Inserida no âmbito do Projeto Cultural da Abreu Advogados, esta mostra do trabalho estará em exibição nas paredes do escritório de Lisboa. Desde 2019 que a Abreu Advogados promoveu um vasto conjunto de exposições, visita-guiadas, apresentações de livros e debates, por onde já passaram dezenas de artistas e foram expostas mais de 30 obras, que integram as mais variadas expressões artísticas, como a Pintura, o Desenho, o Vídeo, a Escultura, o Néon e a Fotografia. Esta é uma das formas de demonstrar que a Abreu Advogados pode dar um sério contributo para a consolidação da cultura nacional e a consciencialização cívica contemporânea e patrimonial, mas também social.

Imagem: Pedro Vaz – S/título, a vida sensível, 2021, aguarela s/papel, 130 x 195 cm.