06.11.2019

Exposição de Jorge Santos patente na Abreu Advogados até 2020

Abreu Advogados e o Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP) apresentam uma exposição do artista plástico Jorge Santos, patente na sede da Abreu Advogados, em Alfama, até ao dia 28 de fevereiro de 2020. Esta é a terceira exposição do ano, de um conjunto de três dedicadas ao tema da “Natureza”.

Num percurso artístico que conta com várias exposições individuais e coletivas, esta exposição de Jorge Santos reúne mais de 30 trabalhos produzidos entre 2014 e 2018.

As obras expostas agora na sede da Abreu representam flores, folhagens ou árvores, elementos frequentemente ligados a construções humanas, e que tornam evidente a relação entre espaço interior e exterior. Nas palavras da Laura Sequeira Falé, convidada para escrever sobre a exposição e autora do blogue Duplo Espaço, “se num primeiro olhar o escritório é tomado por um uma espécie de jardim de Éden onde se agitam folhas, a natureza cresce sem direção e árvores se erguem por trás de janelas, esta paisagem natural transforma-se pela presença de fundos quentes e de proibições impostas por obstáculos. Enquanto observadores destas pinturas somos sujeitos a uma posição de voyeur que espreita por entre as sombras da folhagem.”

Lourenço Egreja, diretor artístico do CDAP, sublinha que “Os trabalhos de Jorge Santos marcam muito positivamente a última exposição do ano dedicada à Natureza. As plantas de Jorge Reis Santos dialogam com a construção humana, mas também com o espetador que, de forma inesperada, entra num jardim que se vai transformando num lugar pleno de camadas de significado.”

Para o sócio da Abreu Advogados, Manuel Andrade Neves, “Esta não é a primeira vez que recebemos nos nossos escritórios obras de artista portugueses, a quem queremos dar espaço e visibilidade com o objetivo da sua promoção e da cultura portuguesa em geral. Quando definimos que o tema do nosso projeto cultural seria centrado na ‘Natureza’, a obra do Jorge Santos foi logo das primeiras que considerámos, não só pela sua alusão ao tema mas também pelo seu peso enquanto artista e a sua destacada presença em várias coleções públicas e privadas.”

As exposições realizam-se no âmbito da parceria entre a Abreu Advogados e o Carpe Diem associação de artes, com o objetivo de potenciar as artes junto dos colaboradores e de um público alargado que diariamente visita o escritório ou esta zona histórica da cidade de Lisboa.

Saiba mais sobre o artista aqui.