19.10.2022

Setores: Agroalimentar

Atualizações | Agroalimentar | 1 – 15 Outubro

Informação | Ovo e outros superalimentos são os temas da próxima Feira Nacional da Agricultura / Feira do Ribatejo 2023

O Centro Nacional de Exposições (CNEMA) de Santarém receberá mais uma edição da Feira Nacional da Agricultura – a 59.ª – e Feira do Ribatejo – a 69.ª – nos dias 3 a 11 de junho de 2023.
Esta terá como tema central o ovo e as suas múltiplas utilizações, bem como os chamados superalimentos.

Informação | Conselho AGRIFISH de 17 e 18 de outubro

Decorreu nos passados dias 17 e 18 de outubro o Conselho da União Europeia, na sua formação Agricultura e Pescas, tendo os ministros alcançado um acordo político sobre a fixação das possibilidades de pesca no mar Báltico para 2023, em conformidade com os objetivos da política comum das pescas, as disposições do Plano Plurianual para o Báltico, os pareceres científicos disponíveis e tendo em conta o impacto socioeconómico no setor das pescas. Este acordo estabelece as quantidades que cada Estado-membro será autorizado a capturar para cada espécie no Mar Báltico em 2023. O acordo está em conformidade com o parecer científico fornecido pelo Conselho Internacional para a Exploração do Mar (CIEM) e estabelece ainda as condições para os navios de pesca que operam na região.

Os ministros forneceram orientações à Comissão na perspetiva da reunião deste ano da Comissão Internacional para a Conservação dos Tunídeos do Atlântico (CICTA) que se realiza de 14 a 21 de novembro. A agenda da reunião anual deste ano inclui uma série de questões importantes, incluindo a estratégia de avaliação da gestão do atum rabilho, medidas de controlo do atum rabilho oriental e a fixação de oportunidades de pesca de atuns tropicais, atum voador do Mediterrâneo e peixe espada do Atlântico Sul. O Conselho continuará o seu trabalho a nível técnico com o objectivo de aprovar a posição da UE antes da reunião.

Os ministros trocaram informações sobre a respetiva situação dos mercados agrícolas, especialmente no contexto da guerra da Rússia contra a Ucrânia, tendo manifestado a sua preocupação com o elevado grau de imprevisibilidade relativamente aos volumes de possíveis exportações agrícolas futuras por parte da Ucrânia, bem como às capacidades de armazenamento. Salientaram ainda que os agricultores da UE continuam a enfrentar muitos desafios, incluindo o aumento dos preços da energia e dos fertilizantes, condições meteorológicas adversas, inflação dos preços dos alimentos e o impacto das importações da Ucrânia nos seus mercados. Destacaram especialmente a questão significativa das provisões de fertilizantes acessíveis no sector agrícola, que está a afectar tanto os agricultores como os produtores de fertilizantes, e está a conduzir a um declínio na produtividade. Os ministros deram ainda orientações à Comissão para identificar os desafios e as oportunidades nos mercados agrícolas internacionais, que possam decorrer de eventuais acordos comerciais multilaterais e bilaterais, assegurando simultaneamente a salvaguarda da competitividade do setor agrícola da UE.

Os ministros debateram também sobre o impacto da guerra no comércio de produtos agrícolas e o seu impacto na segurança alimentar. Além disso, trocaram pontos de vista sobre as negociações comerciais em curso com países terceiros, incluindo o Mercosul e a Austrália. A este respeito, os ministros salientaram a necessidade de continuar a promover o comércio livre e a agricultura sustentável na UE e globalmente, bem como de salvaguardar a competitividade do sector agrícola da UE e dos seus produtores. Os ministros salientaram ainda a necessidade de a Comissão investigar o impacto dos acordos de comércio livre entre países terceiros sobre a UE.

Os ministros discutiram a importância de uma estreita cooperação entre os Estados-Membros na preparação do quadro da UE para a monitorização florestal e os planos estratégicos.

Foram ainda informados sobre a declaração conjunta quanto às iniciativas de agricultura de carbono da UE assinada pelos ministros da agricultura dos países do Grupo de Visegrad, bem pela Bulgária, Croácia, Roménia e Eslovénia.

Os ministros defenderam ainda a necessidade de ser posto fim ao abate sistemático de pintos machos em toda a UE, bem como a importância de enfrentar as restrições de co-financiamento de programas fitossanitários e veterinários com base num debate estratégico entre a Comissão e os Estados-Membros.

Discutiram também a possibilidade de utilizar produtos RENURE (azoto recuperado do estrume), como alternativa aos fertilizantes químicos, bem como a questão da alimentação proteica orgânica da Ucrânia.

Informação | Perspetivas de curto prazo para os mercados agrícolas da UE – Outono de 2022

A Comissão Europeia publicou no passado dia 5 de Outubro, o Relatório do Outono de 2022 sobre perspetivas de curto prazo para os mercados agrícolas da UE que apresenta uma visão detalhada das últimas tendências e perspetivas para uma série de sectores agro-alimentares. As perspetivas de curto prazo para os mercados agrícolas são apresentadas três vezes por ano pela Comissão (no início da Primavera, início do Verão e início do Outono) e baseiam-se nos últimos dados e informações disponibilizadas pelos seus peritos de mercado.

Segundo o relatório, os agricultores da UE continuam a enfrentar muitos desafios, potenciados pelo tempo quente e seco, o impacto da invasão russa da Ucrânia nos preços da energia, e a inflação dos preços dos alimentos, subsistindo um elevado grau de incerteza quanto à capacidade da Ucrânia para produzir, armazenar e exportar as suas mercadorias.

O Verão de 2022 foi um dos mais quentes da história registada, tendo sido observadas secas na maioria das zonas da UE. Esta circunstância afctou o crescimento das culturas de Verão e a fertilidade das flores, resultando em rendimentos mais baixos. O stress térmico dos animais e a propagação de doenças animais desafios significativos também ao sector pecuário.

Além das perspetivas a curto prazo, a Comissão também publicou documentos que lhe são associados, incluindo anexos estatísticos e balanços (vd. documentos e estudos).

Thinking about tomorrow? Let's talk today.

Conhecimento